Ontem (14/8), a equipe responsável pela elaboração dos diagnósticos de saneamento participativos do Maranhão se reuniu presencialmente na Universidade Federal Fluminense e por vídeo conferência para dar início à produção dos documentos técnicos.

A reunião teve o propósito de contextualizar a equipe sobre o projeto, explicar com se deu a mobilização e a participação social para a construção do diagnóstico, apresentar o formato do documento e as responsabilidades de cada integrante da equipe.

No total, serão 12 profissionais que irão trabalhar nos diagnósticos dos 116 municípios do Maranhão. O trabalho deve ser finalizado até a próxima visita dos técnicos ao estado. 

Os diagnósticos de saneamento

O diagnóstico técnico-participativo é um documento que descreve a realidade do município  em relação ao saneamento básico. É desenvolvido a partir de diversas fontes de dados: das visitas técnicas aos municípios em entrevistas com os gestores e com a população local; de observações dos técnicos durante as visitas; através do questionário online de Percepção Social disponibilizado na página eletrônica do projeto; e também de informações oficiais do governo, sistemas de informações e institutos nacionais.

É a partir dos diagnósticos que são elaborados os planos, programas e ações específicas que deverão as contemplar soluções técnicas propostas no Plano Municipal de Saneamento Básico. 

 

 

188